Busque outras postagens!

domingo, 5 de maio de 2013

POLÍCIA

3 comentários
Perseguição termina com dois suspeitos mortos e um motociclista ferido

Uma perseguição policial em Vicente de Carvalho terminou com um motociclista ferido gravemente e dois suspeitos mortos. O crime teve início na sexta-feira, quando um administrador foi abordado por dois criminosos em Guarujá. Na ocasião, eles roubaram o carro da vítima, um Honda Civic preto, mediante ameaça sob arma de fogo.

No sábado, policiais em ronda avistaram o carro, com três suspeitos dentro, nas proximidades de Vicente de Carvalho. Uma perseguição foi iniciada em alta velocidade. Um motociclista, de 65 anos, que transitava na Rua São João, foi atropelado pelos suspeitos e teve a perna decepada.

O impacto fez com que os criminosos se chocassem com um poste na sequência. Ao saírem do carro, eles trocaram tiros com os policiais. Dois morreram e um está internado em estado grave, no Hospital Santo Amaro, em Guarujá. O motociclista, internado no mesmo hospital, está consciente e não corre riscos de vida.

3 Responses so far.

  1. E não corre risco de "MORTE".

  2. Se não corre risco de vida, irá morrer, é isso???

  3. Rigorosamente, nós corremos “risco de morte”. Nós não corremos “o risco de viver”, e sim “o risco de morrer”. Nós sempre corremos o risco de alguma coisa ruim. Ninguém “corre o risco de ser promovido”, mas corre o risco de ser demitido. Ninguém “corre o risco de ganhar na loteria”, mas corre o risco de perder todo o dinheiro no jogo, de ser roubado, de ir à falência…
    Não é uma questão de certo ou errado. É apenas curioso. Trata-se de mais uma elipse. Eu sei que está subentendido: “correr o risco de perder a vida”. Portanto, as duas formas são corretas. (Prof. Sérgio Nogueira)

Leave a Reply

Compartilhe

Twitter Facebook Favorites